quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Lixo ou arquitetura?



Povo, sinceramente enchi o saco do arquiteto Frank Ghery e suas pirações de titânio. Parece que ele pegou um monte de lixo velho, retorceu e jogou em cima de uma casa, sem nenhuma integração com o meio, com o lugar, com a cultura. "Vai, me chama de arquitetura!"

Esse aí embaixo é a sede da casa do vinho em Elciego, na Espanha. Dessa vez, ele disse que o titânio em degradê de roxo é para lembrar as cores do líquido sagrado. Bom, eu detestei, esse conceito dele já morreu! Interpretem como quiser!


Um comentário:

  1. kkkkk.. que revolta foi essa?
    Mas que já tá bem repetitivo isso tá.
    Bjo

    ResponderExcluir